Acesse também:

Facebook Twitter Orkut

Hoje é 04 de Abril de 2020 - 02:47h

Cadernos
Rodeios
voltar

Após 7 dias internado, locutor Asa Branca tem alta e vai pra casa

Locutor de rodeios está em tratamento contra um câncer na mandíbula

Imagem retirada de https://revistaquem.globo.com/QUEM-News/noticia/2020/01/apos-7-dias-internado-locutor-asa-branca-tem-alta-e-vai-pra-casa.html

Imagem retirada de https://revistaquem.globo.com/QUEM-News/noticia/2020/01/apos-7-dias-internado-locutor-asa-branca-tem-alta-e-vai-pra-casa.html

O locutor de rodeios Asa Branca, que estava internado desde o dia 27 de dezembro, teve alta e está em casa com a família. A informação foi confirmada à Quem pela mulher de Asa Branca, Sandra dos Santos.

"O médico deu alta para o Asa. No caminho ele passou muito mal, caiu nos braços do meu genro e da minha filha e agora está em casa. A pressão caiu muito. É falta de ar", explicou ela. Asa Branca, que está em tratamento contra um câncer na mandíbula, voltou a ser internado no dia 27 e foi transferido de hospital na noite de sábado (28).

"Saí ontem do Vermelhinho por conta própria. Os tios da minha filha me ajudaram e trouxemos ele para o Icesp", afirmou Sandra dos Santos, mulher de Asa Branca. Ele estava no Hospital Municipal Vereador José Storopolli (Vermelhinho) e foi levado para o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octavio Frias de Oliveira (Icesp).

SAÚDE DEBILITADA
Sandra, que tem procurado uma enfermeira para ajudá-la, estava cuidando dele em tempo integral na casa que o casal aluga na Zona Norte de São Paulo. Asa come por sonda e precisa trocar sempre os curativos que cobrem o orifício aberto na região da garganta, que se abriu com os rompimentos dos tumores.

O locutor recebeu alta do Instituto do Câncer de São Paulo há um pouco mais de duas semanas após as infecções causadas pelos rompimentos de tumores terem sido controladas.

Na ocasião, a equipe médica tinha sugerido que ele fosse encaminhado para um casa de repouso em Cotia, mas Sandra preferiu levá-lo para casa para o conforto do marido. Familiares e amigos divulgaram vaquinhas online para arrecadar fundos para ajudar com as despesas de Asa, que costuma ter um gasto de 6 mil reais por mês.

"Somos aposentados e vivemos uma vida sem luxo, em um apartamento em um bairro simples com aluguel de 1.800 reais por mês. Tudo o que eu procuro é dar um pouco de conforto para ele neste momento", explica Sandra, que tem um gasto médio de 6 mil reais por mês com as despesas da casa e médicas.

As ajudas para Asa, que também é portador do vírus HIV e criptococose, conhecida como a “doença do pombo”, têm sido recebidas por dois sites, em reais pelo Vakinha (clique aqui) e em dólares pelo o Go Fund Me (clique aqui para ajudar), que está sendo feito meio amigo do locutor Haroldo Amaral  nos Estados Unidos, onde Asa Branca já morou na época de auge no rodeio. Haroldo ainda está vendendo bonés por 40 reais para ajudar o amigo pelo WhatsApp.

Fonte: Revista Quem Acontece

Após 7 dias internado, locutor Asa Branca tem alta e vai pra casa

07/01/2020

O locutor de rodeios Asa Branca, que estava internado desde o dia 27 de dezembro, teve alta e está em casa com a família. A informação foi confirmada à Quem pela mulher de Asa Branca, Sandra dos Santos.

"O médico deu alta para o Asa. No caminho ele passou muito mal, caiu nos braços do meu genro e da minha filha e agora está em casa. A pressão caiu muito. É falta de ar", explicou ela. Asa Branca, que está em tratamento contra um câncer na mandíbula, voltou a ser internado no dia 27 e foi transferido de hospital na noite de sábado (28).

"Saí ontem do Vermelhinho por conta própria. Os tios da minha filha me ajudaram e trouxemos ele para o Icesp", afirmou Sandra dos Santos, mulher de Asa Branca. Ele estava no Hospital Municipal Vereador José Storopolli (Vermelhinho) e foi levado para o Instituto do Câncer do Estado de São Paulo Octavio Frias de Oliveira (Icesp).

SAÚDE DEBILITADA
Sandra, que tem procurado uma enfermeira para ajudá-la, estava cuidando dele em tempo integral na casa que o casal aluga na Zona Norte de São Paulo. Asa come por sonda e precisa trocar sempre os curativos que cobrem o orifício aberto na região da garganta, que se abriu com os rompimentos dos tumores.

O locutor recebeu alta do Instituto do Câncer de São Paulo há um pouco mais de duas semanas após as infecções causadas pelos rompimentos de tumores terem sido controladas.

Na ocasião, a equipe médica tinha sugerido que ele fosse encaminhado para um casa de repouso em Cotia, mas Sandra preferiu levá-lo para casa para o conforto do marido. Familiares e amigos divulgaram vaquinhas online para arrecadar fundos para ajudar com as despesas de Asa, que costuma ter um gasto de 6 mil reais por mês.

"Somos aposentados e vivemos uma vida sem luxo, em um apartamento em um bairro simples com aluguel de 1.800 reais por mês. Tudo o que eu procuro é dar um pouco de conforto para ele neste momento", explica Sandra, que tem um gasto médio de 6 mil reais por mês com as despesas da casa e médicas.

As ajudas para Asa, que também é portador do vírus HIV e criptococose, conhecida como a “doença do pombo”, têm sido recebidas por dois sites, em reais pelo Vakinha (clique aqui) e em dólares pelo o Go Fund Me (clique aqui para ajudar), que está sendo feito meio amigo do locutor Haroldo Amaral  nos Estados Unidos, onde Asa Branca já morou na época de auge no rodeio. Haroldo ainda está vendendo bonés por 40 reais para ajudar o amigo pelo WhatsApp.

Imagem retirada de https://revistaquem.globo.com/QUEM-News/noticia/2020/01/apos-7-dias-internado-locutor-asa-branca-tem-alta-e-vai-pra-casa.html

Jornal do Rodeio

Acesse também:

Facebook Orkut Twitter