Acesse também:

Facebook Twitter Orkut

Hoje é 23 de Julho de 2017 - 11:31h

Cadernos
Feiras e Exposições
voltar

Cavaleiro das Américas supera desafio de mais de 7 mil quilômetros e chega até o "Fim do Mundo"

Com dois cavalos, o jornalista Filipe Masetti Leite percorreu 7 mil quilômetros de Barretos até Ushuaia, na Patagônia Argentina denominada "Fim do Mundo". Trajeto foi concluído no dia 8 de julho

Imagem retirada de http://www.violashow.com.br/noticias/eventos/2017/07/10/cavaleiro-das-americas-supera-desafio-de-mais-de-7-mil-quilometros-e-chega-ate-o-fim-do-mundo.html#.WWYT6FGQzIU

Imagem retirada de http://www.violashow.com.br/noticias/eventos/2017/07/10/cavaleiro-das-americas-supera-desafio-de-mais-de-7-mil-quilometros-e-chega-ate-o-fim-do-mundo.html#.WWYT6FGQzIU

Amor, aventura e causa nobre. Depois de cruzar o continente americano entre o Canadá e o Brasil (2012-2014), o jornalista Filipe Masetti Leite, conhecido mundialmente como "Cavaleiro das Américas", decidiu impor mais um desafio de vida: percorrer um trajeto de mais de sete mil quilômetros em cima de um cavalo. A jornada foi concluída no último sábado (8), em Ushuaia, cidade na patagônia argentina chamada de "Fim do Mundo", no extremo sul do continente.

A aventura teve ponto de partida no dia 11 de abril de 2016, o Parque do Peão em Barretos e durou praticamente 1 ano três meses. Familiares e amigos viajaram até o país vizinho para recepcionar o cavaleiro. O presidente de Os Independentes, Hussein Gemha Junior, e o diretor financeiro, Jerônimo Luiz Muzetti, embarcaram até a Argentina para prestigiar a chegada do "jornalista-cavaleiro" Filipe Leite.

Se na primeira viagem, Filipe teve a intenção de realizar um desejo pessoal e cruzar o continente americano com chegada durante a Festa do Peão de 2014, nesse novo desafio imposto pelo próprio cavaleiro tinha por finalidade divulgar o trabalho realizado pelo Hospital de Câncer de Barretos e ajudar a instituição com arrecadação de fundos as crianças internadas para o tratamento da doença.

"Estou muito feliz e emocionado por conseguir chegar até aqui. Não foi nada fácil. Era uma aventura todos os dias, mas com muita força de vontade, foco e fé, consegui cumprir mais esse desafio. Meus cavalos são verdadeiros heróis dessa travessia, e fica aqui, meu agradecimento as pessoas que conheci pelo caminho, a compreensão e ajuda delas. Foram 5 anos, desde a minha saída do Canadá, até a chegar aqui, em Ushuaia, na Argentina", afirmou Filipe logo após completar o percurso.

Acompanhado de dois cavalos da raça crioulo (Sapito e Picasso), Filipe Leite percorreu por diversas cidades do Brasil, Uruguai, Chile e Argentina. Nesta segunda jornada, o "Cavaleiro das Américas" enfrentou inúmeras adversidades no caminho: calor, frio, chuva e nevasca.

Mesmo diante destas e outras situações vividas durante o trajeto, o cavaleiro se manteve firme e confiante no propósito traçado de percorrer diariamente algo em torno de 30 quilômetros, em cima de um cavalo. "Parece que tirei um piano de minhas costas. Foi muito difícil chegar até aqui. Todos os dias era uma situação nova e uma aventura no meu caminho. Meu limite foi testado a cada dia nesses mais de 7 mil quilômetros percorridos. Mas a recompensa é chegar até aqui e receber essa recepção de amigos, familiares e de gente de outro país. É lindo demais tudo isso", finalizou.

De acordo com o presidente de Os Independentes, Hussein Gemha Junior, o feito do cavaleiro é algo incrível. "O feito do Filipe Leite na Cavalgada das Américas, que saiu do Canadá e terminou em Barretos, na Festa do Peão, já foi surpreendente. Essa nova jornada é ainda mais incrível, e estamos felizes por ele conseguir cumprir mais esse desafio, e levar mensagem positiva e de luta sobre o cavalo", destacou Hussein.

Lançamento do livro
Durante a 62ª Festa do Peão de Barretos, no mês de agosto, o jornalista irá lançar o livro "Longa Jornada", que narra a primeira viagem de 16 mil quilômetros (2012 a 2014), de Calgary, no Canadá, com destino até o Parque do Peão, em Barretos.

No livro, o "Cavaleiro das Américas" irá relatar casos vividos e imagens dos cenários paradisíacos percorrido por ele ao longo da primeira jornada. A data do lançamento será anunciada em breve pelos organizadores do evento.

Fonte: Viola Show, escrita por Dani (com informações da Phábrica de Ideias)

Cavaleiro das Américas supera desafio de mais de 7 mil quilômetros e chega até o "Fim do Mundo"

12/07/2017

Amor, aventura e causa nobre. Depois de cruzar o continente americano entre o Canadá e o Brasil (2012-2014), o jornalista Filipe Masetti Leite, conhecido mundialmente como "Cavaleiro das Américas", decidiu impor mais um desafio de vida: percorrer um trajeto de mais de sete mil quilômetros em cima de um cavalo. A jornada foi concluída no último sábado (8), em Ushuaia, cidade na patagônia argentina chamada de "Fim do Mundo", no extremo sul do continente.

A aventura teve ponto de partida no dia 11 de abril de 2016, o Parque do Peão em Barretos e durou praticamente 1 ano três meses. Familiares e amigos viajaram até o país vizinho para recepcionar o cavaleiro. O presidente de Os Independentes, Hussein Gemha Junior, e o diretor financeiro, Jerônimo Luiz Muzetti, embarcaram até a Argentina para prestigiar a chegada do "jornalista-cavaleiro" Filipe Leite.

Se na primeira viagem, Filipe teve a intenção de realizar um desejo pessoal e cruzar o continente americano com chegada durante a Festa do Peão de 2014, nesse novo desafio imposto pelo próprio cavaleiro tinha por finalidade divulgar o trabalho realizado pelo Hospital de Câncer de Barretos e ajudar a instituição com arrecadação de fundos as crianças internadas para o tratamento da doença.

"Estou muito feliz e emocionado por conseguir chegar até aqui. Não foi nada fácil. Era uma aventura todos os dias, mas com muita força de vontade, foco e fé, consegui cumprir mais esse desafio. Meus cavalos são verdadeiros heróis dessa travessia, e fica aqui, meu agradecimento as pessoas que conheci pelo caminho, a compreensão e ajuda delas. Foram 5 anos, desde a minha saída do Canadá, até a chegar aqui, em Ushuaia, na Argentina", afirmou Filipe logo após completar o percurso.

Acompanhado de dois cavalos da raça crioulo (Sapito e Picasso), Filipe Leite percorreu por diversas cidades do Brasil, Uruguai, Chile e Argentina. Nesta segunda jornada, o "Cavaleiro das Américas" enfrentou inúmeras adversidades no caminho: calor, frio, chuva e nevasca.

Mesmo diante destas e outras situações vividas durante o trajeto, o cavaleiro se manteve firme e confiante no propósito traçado de percorrer diariamente algo em torno de 30 quilômetros, em cima de um cavalo. "Parece que tirei um piano de minhas costas. Foi muito difícil chegar até aqui. Todos os dias era uma situação nova e uma aventura no meu caminho. Meu limite foi testado a cada dia nesses mais de 7 mil quilômetros percorridos. Mas a recompensa é chegar até aqui e receber essa recepção de amigos, familiares e de gente de outro país. É lindo demais tudo isso", finalizou.

De acordo com o presidente de Os Independentes, Hussein Gemha Junior, o feito do cavaleiro é algo incrível. "O feito do Filipe Leite na Cavalgada das Américas, que saiu do Canadá e terminou em Barretos, na Festa do Peão, já foi surpreendente. Essa nova jornada é ainda mais incrível, e estamos felizes por ele conseguir cumprir mais esse desafio, e levar mensagem positiva e de luta sobre o cavalo", destacou Hussein.

Lançamento do livro
Durante a 62ª Festa do Peão de Barretos, no mês de agosto, o jornalista irá lançar o livro "Longa Jornada", que narra a primeira viagem de 16 mil quilômetros (2012 a 2014), de Calgary, no Canadá, com destino até o Parque do Peão, em Barretos.

No livro, o "Cavaleiro das Américas" irá relatar casos vividos e imagens dos cenários paradisíacos percorrido por ele ao longo da primeira jornada. A data do lançamento será anunciada em breve pelos organizadores do evento.

Imagem retirada de http://www.violashow.com.br/noticias/eventos/2017/07/10/cavaleiro-das-americas-supera-desafio-de-mais-de-7-mil-quilometros-e-chega-ate-o-fim-do-mundo.html#.WWYT6FGQzIU

Jornal do Rodeio

Acesse também:

Facebook Orkut Twitter