Acesse também:

Facebook Twitter Orkut

Hoje é 21 de Outubro de 2018 - 04:09h

Cadernos
Rodeios
voltar

Com formato inédito e premiação diferenciada Circuito Rancho Primavera inicia temporada 2018 totalmente reestruturado Entrada x

A primeira etapa de 2018 do Circuito Rancho Primavera, está acontecendo
este final de semana na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo (SP) entre os
dias 17 e 21 de janeiro.
Porém, a temporada já teve início em Assis (SP), durante o primeiro
"Radar" CRP, uma espécie de classificatória de onde saíram cinco
competidores para a primeira etapa
Na verdade, o CRP foi totalmente reestruturado. Confira como será a
temporada em 2018.
RADAR CRP
O evento foi realizado em Assis (SP) entre os dias 12 e 14 de janeiro e
contou com mais de 103 competidores divididos em duas turmas, onde os
vinte melhores participaram da semifinal, final de dez e finalmente os
cinco melhores foram selecionados para estarem na grande etapa.
"Não foi uma classificatória onde os competidores apenas faziam a
inscrição, foram avaliados por vídeos antes de confirmarem presenças
e o que queríamos aconteceu, muitos competidores já em atividade
profissionalmente falando participando do Radar" Explicou Rogério
Paitl.
André Forzan, Jaír Honório, Vinicius Nicolau, Allan Vinícius e
Fábio Guiraldelio, foram os competidores que garantiram vaga em Santa
Cruz do Rio Pardo (SP).
FIM DA ASSOCIAÇÃO TOP10
Em 2018 não existirá mais a Associação TOP10 e não haverá também
premiação de melhor boiada da temporada já que, paralelo ao final da
TOP10, nasceu a parceria/patrocínio da Cia Tercio Miranda para a
premiação do campeonato.
A Cia Tercio Miranda estará presente em todas as etapas com
aproximadamente 50% dos touros, sendo os outros 50%, de mais duas ou
tres Cia de rodeio, não definidas, totalizando na média, trinta
montarias por etapa.
MELHOR TOURO
A definição de melhor touro da temporada será no método antigo,
média anual, desde o que o animal se apresente pelo menos oito vezes na
temporada.
PREMIAÇÃO DE R$200.000,00 REAIS.
Essa será a premiação para a temporada 2018. Serão duzentos mil
reais divididos em 100 mil para a premiação final e 100 mil para a
COPA CRP.
COPA CRP
Aí está a principal novidade, um formato totalmente inédito. R$
100.000,00 reais serão distribuídos em quatro COPAS durante a
temporada sendo R$ 25.000,00 reais para cada copa.
A forma desta distribuição será simples. Vamos dizer serão vinte
etapas em 2018. E a cada cinco etapas será realizada uma COPA CRP.
(Apenas um exemplo, pode e deverá ser de outra forma as datas das
COPAS).
Após a final da COPA CRP, será o dono dos R$ 25.000,00, o que estiver
com a maior quantidade de pontos no ranking.
Ao final de cada COPA CRP o ranking parcial será zerado, e inicia-se a
próxima Copa.
O ranking para o campeão da temporada, continuará normal, mas a Copa
terá um ranking paralelo e este será zerado a cada copa.
"É uma maneira de premiar quem está montando bem naquele momento, as
vezes, o competidor lidera meses, e no final acaba não indo bem, é uma
forma de valorizar esta fase" Explicou Rogério Paitl
As pontuações das finais das COPAS serão dobradas, valendo tanto para
o ranking geral como para o ranking da COPA.
PUNIÇÕES
Competidores que participarem das etapas Master na PBR Brazil, estarão
isentos de punições.
Competidor que vencer uma das COPAS CRP e abandonar o campeonato para
competir nos EUA, receberá a premiação desde que participe da etapa
final da temporada.
Competidores que participarem do rodeio de Rio Verde (GO), também não
receberão punições.
RENOVAÇÃO DOS COMPETIDORES
Como a primeira etapa do CRP será em Santa Cruz e em parceria com a
ACR, somente doze competidores do ranking/temporada passada foram
selecionados.
Outros cinco virão do RADAR, como citado acima. Alguns competidores que
estiveram com o campeonato, nos últimos anos terão oportunidades nas
etapas sequentes do campeonato.
"Aumentamos a premiação, na realidade dobramos a premiação. Vamos
trabalhar em cima de rendimento de cada competidor, quem estiver com
melhor aproveitamento em cima dos touros ficará conosco" Finaliza
Rogério Paitl.
Por Eugênio José - MTB: 67.231/SP
contato@eugeniojose.com.br
Foto: Rodolfo Lesse
A primeira etapa de 2018 do Circuito Rancho Primavera, está acontecendo
este final de semana na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo (SP) entre os
dias 17 e 21 de janeiro.
Porém, a temporada já teve início em Assis (SP), durante o primeiro
"Radar" CRP, uma espécie de classificatória de onde saíram cinco
competidores para a primeira etapa
Na verdade, o CRP foi totalmente reestruturado. Confira como será a
temporada em 2018.
RADAR CRP
O evento foi realizado em Assis (SP) entre os dias 12 e 14 de janeiro e
contou com mais de 103 competidores divididos em duas turmas, onde os
vinte melhores participaram da semifinal, final de dez e finalmente os
cinco melhores foram selecionados para estarem na grande etapa.
"Não foi uma classificatória onde os competidores apenas faziam a
inscrição, foram avaliados por vídeos antes de confirmarem presenças
e o que queríamos aconteceu, muitos competidores já em atividade
profissionalmente falando participando do Radar" Explicou Rogério
Paitl.
André Forzan, Jaír Honório, Vinicius Nicolau, Allan Vinícius e
Fábio Guiraldelio, foram os competidores que garantiram vaga em Santa
Cruz do Rio Pardo (SP).
FIM DA ASSOCIAÇÃO TOP10
Em 2018 não existirá mais a Associação TOP10 e não haverá também
premiação de melhor boiada da temporada já que, paralelo ao final da
TOP10, nasceu a parceria/patrocínio da Cia Tercio Miranda para a
premiação do campeonato.
A Cia Tercio Miranda estará presente em todas as etapas com
aproximadamente 50% dos touros, sendo os outros 50%, de mais duas ou
tres Cia de rodeio, não definidas, totalizando na média, trinta
montarias por etapa.
MELHOR TOURO
A definição de melhor touro da temporada será no método antigo,
média anual, desde o que o animal se apresente pelo menos oito vezes na
temporada.
PREMIAÇÃO DE R$200.000,00 REAIS.
Essa será a premiação para a temporada 2018. Serão duzentos mil
reais divididos em 100 mil para a premiação final e 100 mil para a
COPA CRP.
COPA CRP
Aí está a principal novidade, um formato totalmente inédito. R$
100.000,00 reais serão distribuídos em quatro COPAS durante a
temporada sendo R$ 25.000,00 reais para cada copa.
A forma desta distribuição será simples. Vamos dizer serão vinte
etapas em 2018. E a cada cinco etapas será realizada uma COPA CRP.
(Apenas um exemplo, pode e deverá ser de outra forma as datas das
COPAS).
Após a final da COPA CRP, será o dono dos R$ 25.000,00, o que estiver
com a maior quantidade de pontos no ranking.
Ao final de cada COPA CRP o ranking parcial será zerado, e inicia-se a
próxima Copa.
O ranking para o campeão da temporada, continuará normal, mas a Copa
terá um ranking paralelo e este será zerado a cada copa.
"É uma maneira de premiar quem está montando bem naquele momento, as
vezes, o competidor lidera meses, e no final acaba não indo bem, é uma
forma de valorizar esta fase" Explicou Rogério Paitl
As pontuações das finais das COPAS serão dobradas, valendo tanto para
o ranking geral como para o ranking da COPA.
PUNIÇÕES
Competidores que participarem das etapas Master na PBR Brazil, estarão
isentos de punições.
Competidor que vencer uma das COPAS CRP e abandonar o campeonato para
competir nos EUA, receberá a premiação desde que participe da etapa
final da temporada.
Competidores que participarem do rodeio de Rio Verde (GO), também não
receberão punições.
RENOVAÇÃO DOS COMPETIDORES
Como a primeira etapa do CRP será em Santa Cruz e em parceria com a
ACR, somente doze competidores do ranking/temporada passada foram
selecionados.
Outros cinco virão do RADAR, como citado acima. Alguns competidores que
estiveram com o campeonato, nos últimos anos terão oportunidades nas
etapas sequentes do campeonato.
"Aumentamos a premiação, na realidade dobramos a premiação. Vamos
trabalhar em cima de rendimento de cada competidor, quem estiver com
melhor aproveitamento em cima dos touros ficará conosco" Finaliza
Rogério Paitl.
Por Eugênio José - MTB: 67.231/SP
contato@eugeniojose.com.br
Foto: Rodolfo Lesse

Fonte: Jornal do Rodeio

Com formato inédito e premiação diferenciada Circuito Rancho Primavera inicia temporada 2018 totalmente reestruturado Entrada x

26/01/2018

A primeira etapa de 2018 do Circuito Rancho Primavera, está acontecendo
este final de semana na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo (SP) entre os
dias 17 e 21 de janeiro.
Porém, a temporada já teve início em Assis (SP), durante o primeiro
"Radar" CRP, uma espécie de classificatória de onde saíram cinco
competidores para a primeira etapa
Na verdade, o CRP foi totalmente reestruturado. Confira como será a
temporada em 2018.
RADAR CRP
O evento foi realizado em Assis (SP) entre os dias 12 e 14 de janeiro e
contou com mais de 103 competidores divididos em duas turmas, onde os
vinte melhores participaram da semifinal, final de dez e finalmente os
cinco melhores foram selecionados para estarem na grande etapa.
"Não foi uma classificatória onde os competidores apenas faziam a
inscrição, foram avaliados por vídeos antes de confirmarem presenças
e o que queríamos aconteceu, muitos competidores já em atividade
profissionalmente falando participando do Radar" Explicou Rogério
Paitl.
André Forzan, Jaír Honório, Vinicius Nicolau, Allan Vinícius e
Fábio Guiraldelio, foram os competidores que garantiram vaga em Santa
Cruz do Rio Pardo (SP).
FIM DA ASSOCIAÇÃO TOP10
Em 2018 não existirá mais a Associação TOP10 e não haverá também
premiação de melhor boiada da temporada já que, paralelo ao final da
TOP10, nasceu a parceria/patrocínio da Cia Tercio Miranda para a
premiação do campeonato.
A Cia Tercio Miranda estará presente em todas as etapas com
aproximadamente 50% dos touros, sendo os outros 50%, de mais duas ou
tres Cia de rodeio, não definidas, totalizando na média, trinta
montarias por etapa.
MELHOR TOURO
A definição de melhor touro da temporada será no método antigo,
média anual, desde o que o animal se apresente pelo menos oito vezes na
temporada.
PREMIAÇÃO DE R$200.000,00 REAIS.
Essa será a premiação para a temporada 2018. Serão duzentos mil
reais divididos em 100 mil para a premiação final e 100 mil para a
COPA CRP.
COPA CRP
Aí está a principal novidade, um formato totalmente inédito. R$
100.000,00 reais serão distribuídos em quatro COPAS durante a
temporada sendo R$ 25.000,00 reais para cada copa.
A forma desta distribuição será simples. Vamos dizer serão vinte
etapas em 2018. E a cada cinco etapas será realizada uma COPA CRP.
(Apenas um exemplo, pode e deverá ser de outra forma as datas das
COPAS).
Após a final da COPA CRP, será o dono dos R$ 25.000,00, o que estiver
com a maior quantidade de pontos no ranking.
Ao final de cada COPA CRP o ranking parcial será zerado, e inicia-se a
próxima Copa.
O ranking para o campeão da temporada, continuará normal, mas a Copa
terá um ranking paralelo e este será zerado a cada copa.
"É uma maneira de premiar quem está montando bem naquele momento, as
vezes, o competidor lidera meses, e no final acaba não indo bem, é uma
forma de valorizar esta fase" Explicou Rogério Paitl
As pontuações das finais das COPAS serão dobradas, valendo tanto para
o ranking geral como para o ranking da COPA.
PUNIÇÕES
Competidores que participarem das etapas Master na PBR Brazil, estarão
isentos de punições.
Competidor que vencer uma das COPAS CRP e abandonar o campeonato para
competir nos EUA, receberá a premiação desde que participe da etapa
final da temporada.
Competidores que participarem do rodeio de Rio Verde (GO), também não
receberão punições.
RENOVAÇÃO DOS COMPETIDORES
Como a primeira etapa do CRP será em Santa Cruz e em parceria com a
ACR, somente doze competidores do ranking/temporada passada foram
selecionados.
Outros cinco virão do RADAR, como citado acima. Alguns competidores que
estiveram com o campeonato, nos últimos anos terão oportunidades nas
etapas sequentes do campeonato.
"Aumentamos a premiação, na realidade dobramos a premiação. Vamos
trabalhar em cima de rendimento de cada competidor, quem estiver com
melhor aproveitamento em cima dos touros ficará conosco" Finaliza
Rogério Paitl.
Por Eugênio José - MTB: 67.231/SP
contato@eugeniojose.com.br
Foto: Rodolfo Lesse
A primeira etapa de 2018 do Circuito Rancho Primavera, está acontecendo
este final de semana na cidade de Santa Cruz do Rio Pardo (SP) entre os
dias 17 e 21 de janeiro.
Porém, a temporada já teve início em Assis (SP), durante o primeiro
"Radar" CRP, uma espécie de classificatória de onde saíram cinco
competidores para a primeira etapa
Na verdade, o CRP foi totalmente reestruturado. Confira como será a
temporada em 2018.
RADAR CRP
O evento foi realizado em Assis (SP) entre os dias 12 e 14 de janeiro e
contou com mais de 103 competidores divididos em duas turmas, onde os
vinte melhores participaram da semifinal, final de dez e finalmente os
cinco melhores foram selecionados para estarem na grande etapa.
"Não foi uma classificatória onde os competidores apenas faziam a
inscrição, foram avaliados por vídeos antes de confirmarem presenças
e o que queríamos aconteceu, muitos competidores já em atividade
profissionalmente falando participando do Radar" Explicou Rogério
Paitl.
André Forzan, Jaír Honório, Vinicius Nicolau, Allan Vinícius e
Fábio Guiraldelio, foram os competidores que garantiram vaga em Santa
Cruz do Rio Pardo (SP).
FIM DA ASSOCIAÇÃO TOP10
Em 2018 não existirá mais a Associação TOP10 e não haverá também
premiação de melhor boiada da temporada já que, paralelo ao final da
TOP10, nasceu a parceria/patrocínio da Cia Tercio Miranda para a
premiação do campeonato.
A Cia Tercio Miranda estará presente em todas as etapas com
aproximadamente 50% dos touros, sendo os outros 50%, de mais duas ou
tres Cia de rodeio, não definidas, totalizando na média, trinta
montarias por etapa.
MELHOR TOURO
A definição de melhor touro da temporada será no método antigo,
média anual, desde o que o animal se apresente pelo menos oito vezes na
temporada.
PREMIAÇÃO DE R$200.000,00 REAIS.
Essa será a premiação para a temporada 2018. Serão duzentos mil
reais divididos em 100 mil para a premiação final e 100 mil para a
COPA CRP.
COPA CRP
Aí está a principal novidade, um formato totalmente inédito. R$
100.000,00 reais serão distribuídos em quatro COPAS durante a
temporada sendo R$ 25.000,00 reais para cada copa.
A forma desta distribuição será simples. Vamos dizer serão vinte
etapas em 2018. E a cada cinco etapas será realizada uma COPA CRP.
(Apenas um exemplo, pode e deverá ser de outra forma as datas das
COPAS).
Após a final da COPA CRP, será o dono dos R$ 25.000,00, o que estiver
com a maior quantidade de pontos no ranking.
Ao final de cada COPA CRP o ranking parcial será zerado, e inicia-se a
próxima Copa.
O ranking para o campeão da temporada, continuará normal, mas a Copa
terá um ranking paralelo e este será zerado a cada copa.
"É uma maneira de premiar quem está montando bem naquele momento, as
vezes, o competidor lidera meses, e no final acaba não indo bem, é uma
forma de valorizar esta fase" Explicou Rogério Paitl
As pontuações das finais das COPAS serão dobradas, valendo tanto para
o ranking geral como para o ranking da COPA.
PUNIÇÕES
Competidores que participarem das etapas Master na PBR Brazil, estarão
isentos de punições.
Competidor que vencer uma das COPAS CRP e abandonar o campeonato para
competir nos EUA, receberá a premiação desde que participe da etapa
final da temporada.
Competidores que participarem do rodeio de Rio Verde (GO), também não
receberão punições.
RENOVAÇÃO DOS COMPETIDORES
Como a primeira etapa do CRP será em Santa Cruz e em parceria com a
ACR, somente doze competidores do ranking/temporada passada foram
selecionados.
Outros cinco virão do RADAR, como citado acima. Alguns competidores que
estiveram com o campeonato, nos últimos anos terão oportunidades nas
etapas sequentes do campeonato.
"Aumentamos a premiação, na realidade dobramos a premiação. Vamos
trabalhar em cima de rendimento de cada competidor, quem estiver com
melhor aproveitamento em cima dos touros ficará conosco" Finaliza
Rogério Paitl.
Por Eugênio José - MTB: 67.231/SP
contato@eugeniojose.com.br
Foto: Rodolfo Lesse

Jornal do Rodeio

Acesse também:

Facebook Orkut Twitter